sábado, 3 de setembro de 2011

MOMENTOS





                                              Pelo copinho de cristal e prata

                                              Bebo uma saudade estranha e vaga ,

                                              Uma saudade imensa  e infinita

                                              Que , triste , me deslumbra e me embriaga.

                                                      [ Florbela Espanca ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário