Lábios Vermelhos

Para Marina

Quando parti e olhei para traz
Ainda vi você ao longe
A me aguardar pelo último aceno.

Lágrimas rolaram pelo meu rosto,
Pensei, voltarei pra ti buscar querida.
Jamais imaginava que seriam cincos longos meses.

Enxuguei as lagrimas quentes
E disse pra mim mesmo,
Voltarei querida

Jamais imaginava que seriam cinco longos meses.
Como seria possivel tanto tempo sem você ?
Um dia ja é demais. Como seria possível ?

Alguns dias passaria logo,
Escreveria, ligaria, afinal o tempo passaria.
Mas não passava.

Não vai ser um século pensava.
Espere-me eu voltarei,
E os dias foram passando, passando.

A dor da saudade queimava como uma faca.
Como foi difícil ficar sem você,
Minha vida é você.

A dor da saudade queimava como faca
Desde quando parti
Começou para mim a solidão

Ha, eu que amava a solidão,
Porque agora ela doi tanto.
Queima como o corte de uma lâmina afiada.

Somente as  recordações de dias lindos do nosso amor
Aliviava aquela dor imensa
Daquela lâmina maldita.

O tempo não passava
Foram longos aqueles dias meus,
Mas passaram, lentamente mas passaram.

Chegaram ao fim um século,
Porém você me esperava jovem
Com aquele sorriso que eu gosto e vestindo vermelho.

Agora é você quem foi
A lapela do seu casado
Estampava o veludo vermelho.

Dentro da mala talvez,
Mas tenho certeza que na sua volta
Quando eu avista-la aparecerá primeiro,

Seu sorriso
Que eu gosto e
Seus lábios vermelhos.




30/01/2012

2:38 hs.




Fonte-www.recantodasletra.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas