terça-feira, 24 de novembro de 2015

COMO PODEMOS MUDAR O MUNDO


Comece mudando a si mesmo. Ninguém muda o mundo se não consegue mudar a si mesmo ... 




Cuide da Saúde do Planeta. Não desperdice água, não jogue lixo no lugar errado, não maltrate os animais ou desmate as árvores. Por mais que você não queira, se nascemos no mesmo planeta, compartilhamos com ele os mesmos efeitos e conseqüências de sua exploração ... 





Seja responsável: não culpe os outros pelos seus problemas, não seja oportunista, não seja vingativo.
Quem tem um pouquinho de bom senso percebe que podemos viver em harmonia, respeitando direitos e deveres ... 




Acredite em um mundo melhor. Coragem, Honestidade, Sinceridade, Fé, Esperança são virtudes gratuitas que dependem de seu esforço e comprometimento com sua Honra e Caráter. Não espere recompensas por estas virtudes, tenha-as por consciência de seu papel neste processo ... 





Tenha Humildade, faça o Bem, trabalhe. Não tenha medo de errar, com humildade se aprende, fazer o bem atrairá o bem para você mesmo e trabalhando valorizarás o suor de teu esforço para alcançar seus objetivos ... 





Busque a Verdade, a Perfeição, uma posição realista frente aos obstáculos, uma atitude positiva diante da vida... 




Defenda, participe, integre-se à luta pacífica pela Justiça, Paz e Amor. Um mundo justo é pacífico, e onde há paz pode-se estar preparado para viver um grande Amor ... 


[ RODRIGO BENTES DINIZ 


















AS ROSAS NÃO FALAM

Bate outra vez com esperança
o meu coração
pois já vai terminando 
o verão enfim




Volto ao jardim com a certeza
 que devo chorar
pois bem sei que não
queres voltar pra mim




Queixam-me as rosas ,
mas que bobagem
as rosas não falam
simplesmente as rosas
exalam o perfume que roubam
de ti





Devias vir para ver os 
meus olhos tristonhos
e , quem sabe , sonhava
meus sonhos por fim.


[Autor: Cartola]














Regressar à Inocência

Seja como as crianças, mantenha os olhos abertos, sem preconceitos escondidos atrás da vista. Se olhar com clareza, pequenas flores, ou pedaços de relva, ou borboletas, ou um pôr do Sol proporcionar-lhe-ão tanta felicidade quanto a que Gautama Buda encontrou na sua iluminação. Isto não depende das coisas, mas sim da sua abertura. O conhecimento fecha-o; transforma-se numa cerca, numa prisão. Mas a inocência abre todas as portas e todas as janelas. 
O sol entra e uma brisa fresca flui. 
De repente, o perfume das flores faz-lhe uma visita. 
E de vez em quando um pássaro virá cantar uma canção e entrar por outra janela. 
A inocência é a única religiosidade que existe. 
A religiosidade não depende das escrituras sagradas nem do que se sabe sobre o mundo. Só depende de se estar preparado para ser como um espelho límpido, que nada reflecte. 
Um total silêncio, inocência, pureza... e toda a existência é transformada para si. Cada momento passa a ser de êxtase. As pequenas coisas, como beber uma chávena de chá, tornam-se orações tão poderosas que nenhuma outra oração se lhes pode comparar. Basta observar uma nuvem a mover-se livremente no céu, e da inocência surge uma sincronicidade. A nuvem deixa de estar ali como um objecto e você deixa de estar ali como sujeito. Algo se encontra e funde com a nuvem. Então começa a voar com a nuvem. 
Começa a dançar com a chuva e com as árvores. Começa a cantar com os pássaros. Começa a dançar com os pavões, sem se mexer, sentado apenas, e a sua consciência começa a propagar-se à sua volta. 
No dia em que a sua consciência tiver tocado a existência, a religião nascerá dentro de si, e então terá renascido. 
Este é o seu verdadeiro nascimento. 

Osho, in 'Acreditar no Impossível' 

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

TE ENCONTREI

Encontrei uma nova dimensão
da amizade ...
Um mundo novo onde os
sentimentos fluem
de uma maneira extraordinária .




Onde a possibilidade de expressar-se
siceramente existe ...
Onde o desamor morre.
Onde o amor é possível
apesar de suas limitações.





Encontrei um lugar de remanso.
Um lugar de paz
onde dar é tão possível
quanto receber ...
Aqui posso rir com loucura
e chorar de amargura.




Aqui sinto que vale a pena
muita coisa que acreditei perdida ,
aqui tenho esperanças ,
coragem , forças ...





Aqui me recarrego de energias
para continuar lutando diáriamente
e isso me ajuda a ser mais feliz.
Aqui encontrei pessoas extraordinárias
e uma delas é você!!!




[Autora : Clícia Pavan]